O surgimento da inteligência artificial e da análise de dados aplicada ao setor de energia já é uma realidade e oferece aos usuários a possibilidade de economizar energia e ter mais consciência ambiental.

Nesse sentido, termostatos inteligentes, assistentes virtuais ou chatbots e aplicativos das empresas elétricas são alguns dos exemplos em que a tecnologia tem um impacto radical no lar e oferece ótimos resultados quando falamos em reduzir o preço da conta da energia.

Desta forma, algumas das empresas deste mercado, destacam três maneiras como a inteligência artificial pode ajudar a economizar energia.

Energia – inteligência artificial

A inteligência artificial pertence ao campo científico da computação e está focada na criação de programas e mecanismos com o objetivo de fazer as máquinas pensarem como seres humanos.

Através da análise de grandes volumes de dados (big data), os sistemas podem identificar padrões de comportamento por parte dos usuários e estabelecer previsões com mais rapidez e precisão, fornecendo uma ferramenta fundamental para economia de energia.

Exemplos em que a inteligência artificial permite aos usuários economizar energia

  • Termostatos inteligentes

Esses tipos de dispositivos são essenciais para usuários que amam a automação residencial e desejam controlar a temperatura da casa por meio da integração de um dispositivo móvel ou mesmo por comandos de voz.

Por meio de radiofrequência ou de uma conexão à internet, o usuário poderá conectar o termostato à caldeira e sem necessidade de cabos. Graças à tecnologia GPS, é possível ligar ou desligar o aquecimento, dependendo da demanda de energia atual.

  • O auge dos assistentes de voz e chatbots

Ambas as tecnologias mudaram radicalmente o ecossistema da casa inteligente. Os assistentes virtuais se tornaram uma ferramenta fundamental para os usuários interagirem com as empresas de eletricidade. Através de diferentes configurações, é possível consultar a conta de luz e outros serviços, disponibilizando informações sobre o nosso consumo.

Os chatbots, por sua vez, são ferramentas concebidas para tirar dúvidas em tempo real e aprender ao mesmo tempo sobre uma base de padrões estabelecida. Por ter configurações diferentes e serem mais personalizados, os usuários podem ver como podem economizar energia ou quais truques devem aplicar para atingir esse objetivo.

  • Aplicativos das empresas de energia

A maioria das empresas do setor já possui um aplicativo ou ferramenta mobile que fornece ao usuário informações instantâneas sobre o consumo de energia, a potência contratada e o valor da fatura.

Esses dados são anônimos e processados ​​em tempo real para recomendar a tarifa de eletricidade mais adequada para casa e as melhores dicas de eficiência. Em alguns casos, bastam apenas três minutos, e é gerado um relatório de energia personalizado detalhando de como o usuário consome, qual o nível de eficiência energética da casa, comparando com outros semelhantes e a quantidade de CO2 que poderia deixar de emitir ao usar energia verde.

Leia Também:

Automação residencial, essencial para conter a pandemia